Coronel Araújo Gomes recebe CDL de Florianópolis e COMDES

Encontro foi realizado no gabinete do comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, na manhã desta segunda-feira (9)

A CDL de Florianópolis, representada pelo presidente Lidomar Bison, e o Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis (Comdes), representado pelo coordenador-geral Ernesto Caponi, estiveram no gabinete do comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), na manhã desta segunda-feira (9), para parabenizar o Coronel Araújo Gomes pelo cargo assumido recentemente à frente do comando-geral da PMSC, assim como organizar uma agenda-positiva para planejar melhorias da segurança no comércio e na cidade de Florianópolis.

O presidente da CDL de Florianópolis, Lidomar Bison, parabenizou a ascensão do Cel. no comando e aproveitou para reforçar que a atuação à frente do comando-geral da PMSC é uma tarefa chave para estabilidade da sociedade e das instituições. “Além do combate ao crime, as forças de segurança têm que lidar com a segurança jurídica e acredito que, assim como a CDL, todas as entidades devem estar alinhadas à Segurança Pública, servindo de escudo para enfrentar inclusive as dificuldades a nível institucional”, afirma Bison.

Esquerda para direita: Lidomar Bison (CDL), Araújo Gomes (Coronel), Ernesto Caponi (COMDES) e Hélio Leite (CDL).


No encontro, o Cel. Araújo Gomes colocou-se à disposição para programar uma agenda-positiva com as entidades, que deverá conter projetos de curto, médio e longo prazo para Florianópolis e Região Metropolitana. “O uso saudável do espaço público é fundamental para promover a sensação de segurança na população. Com isso fortalecemos a base de crescimento da Cidade”, pontua Gomes.

Com relação a Região Metropolitana, o coordenador do COMDES, Ernesto Caponi, convidou Gomes para participar da reunião com o conselho e expor as ideias aos Grupos de Trabalhos e alinhar ações conjuntas. “Podemos juntos listar as prioridades da Grande Florianópolis e combater as irregularidades, assim como diminuir a insegurança nos bairros, balneários e regiões”, explica Caponi.

Voltar

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ver mais notícias